Instagram

Pesquisar este blog

quarta-feira, 8 de março de 2017

O viver...

Eu jamais poderia esquecer quem eu sou ou o que nasci pra fazer. Mas, por um tempo eu esqueci que minha essência é adoração. Esses dias tem sido de intensa reflexão pra mim, principalmente pelo fato de que eu acredito que precisava fazer "tudo novo, de novo" e pensei até em iniciar um blog. Eu havia esquecido que fazer tudo novo não é apenas dar início, mas tornar algo novo.
Incontáveis vezes eu já larguei e voltei pro blog, mas hoje eu percebi que a Worshipers era de extrema importância, e que continua sendo... Sabe, aquele momento crucial em que você meio que entende a vida, a sua vida? Entende seu propósito e que, na verdade, você não precisa estar dando a louca ou bancar a senhora certinha.
Isso parte do princípio de saber quem você é, e isso você só sabe voltando as suas raízes. Voltando-se ao Criador e a tudo que Ele te entregou e fez dentro de você.
Não se trata de um momento de crise, ou uma fase. Se trata de uma plenitude alcançada pela paz de ser você.
Ainda hoje orei pedindo ao Abba que Ele me ensinasse a viver os meus dias priorizando as coisas importantes e necessárias, e eu me lembrei de tantas coisas a serem feitas. Coisas que não são impossíveis de realizar, apenas basta que eu me dedique. E com isso eu já não preciso temer o passado, ou sentir vergonhas das bobagens que fiz. Eu preciso entender o momento em que estou, pra que eu fui criada e o motivo pelo qual eu sou como sou, bem como definir o que sou e aquilo que apenas foi agregado a mim.
Crescer é contínuo. Maturidade é contínuo. Esqueça todas as filosofias sobre o que é a vida. Entenda que ela é um processo. Todos os dias você faz escolhas que terão consequências, isso é processual.
Eu já não escrevo numa necessidade de expressão, mas porque entendo que faz parte de mim, e não se iluda ao achar que você poder pular as etapas do processo, tudo que você poderá fazer é adiar.
Mas, é recompensador!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário!